ICB-USP recebe exposição sobre a cientista Marie Curie

O Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), com apoio do Consulado Geral da França em São Paulo, irá inaugurar no dia 6 de março a exposição “Trajetória de Marie Curie”, a partir das 11 horas, na Sala da Congregação do ICB III, em São Paulo. A cientista polonesa foi vencedora de dois prêmios Nobel, em Física (1903) e em Química (1911), tornando-se a primeira mulher a receber tal premiação.

A cerimônia de abertura da mostra contará com a participação do professor Luís Carlos de Souza Ferreira, diretor do ICB-USP; o Cônsul Geral da França em São Paulo, Brieuc Pont; e as professoras Maria Arminda do Nascimento Arruda (FFLCH-USP) e Estela Maris Andrade Bevilacqua (ICB-USP). Serão ministradas palestras sobre o papel da mulher nas humanidades e na ciência e sobre a vida e trajetória acadêmica de Marie Curie.

Marie Curie estudou na Universidade de Sorbonne, na França, e suas pesquisas sobre radioatividade, termo criado por ela, resultaram na descoberta de dois novos elementos químicos em 1898: o polônio e o rádio. Nesse contexto, Curie fundou dois institutos de estudo do rádio, em Paris (França) e em Varsóvia (Polônia).

A cientista estudou as aplicações terapêuticas da radioatividade e contribuiu extraindo o gás que emanava do elemento rádio e enviando-o em tubos para hospitais, para auxiliar no tratamento do câncer. Foi o início da radioterapia e da quimioterapia. Curie também foi responsável pela implementação de unidades móveis de radiografia durante a Primeira Guerra Mundial, ajudando no tratamento de milhões de soldados. Suas experiências foram relatadas no livro La radiologie et la guerre, publicado em 1921.

Serviço
Exposição “Trajetória de Marie Curie”
Data de abertura: 6/3/2020
Horário: 11h às 12h30
Local: Sala da Congregação, Saguão da Diretoria, ICB III (Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária — Butantã — São Paulo)

%d blogueiros gostam disto: